Do Cinélangues ao projeto Cinelíngua francesa, um passaporte para o cinema e as línguas...

« O cinema não é uma linguagem, mas sim uma língua » Pasolini

Aproximar o cinema das línguas ... Isso pode não fazer sentido para quem não é professor de línguas e no entanto ... É difícil imaginar outra arte, além da 7ª, capaz de mergulhar o espectador radicalmente em mundos que lhe são estranhos, em mundos de imagens e sons pertencentes a outras culturas ...

O interesse dos professores de línguas no cinema não é novidade. Há muito que eles descobriram a importância do cinema como uma abertura extraordinária para a cultura cuja língua aprendemos. Fonte inesgotável de expressão, "acionador da produção oral", ele é também um importante fator de motivação no processo de aprendizagem. Seja através da ficção ou de documentários, facilita a compreensão de fatos históricos ou sociais ... As cinematografias estrangeiras abrem alegremente as portas das salas de aula para outros mundos.

O desafio mais significativo para os professores de línguas é... ter a oportunidade de ver estes filmes - escolhidos de acordo com os seus interesses no contexto do ensino de línguas – numa sala de cinema. Na verdade, não é segredo para ninguém que o sistema de distribuição de filmes está a tornar cada vez mais difícil o acesso às salas de cinemas para os professores e os seus alunos quando desejam ver filmes de autor. Sem um dispositivo específico, essa vontade é uma missão impossível.

Essa constatação evidenciou a necessidade da criação de um sistema de mediação entre distribuidores, cinemas e professores de línguas e, em 2009, permitiu a criação do dispositivo « Cinélangues ». Desde aquela data, este dispositivo oferece com sucesso programações anuais específicas para os professores de espanhol, italiano e alemão com filmes propostos numa rede de salas em Paris e arredores.

É um grande prazer continuar a aventura de « Cinélangues » com a criação do projeto « Cinelíngua francesa », em Portugal, graças ao « Institut français du Portugal ». Criado sob os mesmos princípios, o dispositivo « Cinelíngua francesa » vai propor tanto aos professores de francês como aos jovens alunos que aprendem francês em Portugal os melhores filmes franceses selecionados para eles.

Estamos convictos que os professores portugueses, tal como os franceses, encontrarão nesta proposta uma oportunidade extraordinária para enriquecer as suas práticas pedagógicas e dar a conhecer aos seus alunos a língua e a cultura francesa. Quando turmas inteiras de alunos do ensino básico e secundário de todo o país entrarem com entusiasmo pelas portas dos cinemas parceiros para descobrir filmes que não poderiam assistir sem a existência do dispositivo « Cinelingua francesa », logo a aposta será ganha… Será então uma boa recompensa para um dispositivo inovador destinado a sensibilizar os jovens de hoje para a importância da diversidade cultural e linguística através do cinema...

Odile MONTAUFRAY
Presidente
Co-fundadora de “Cinélangues

article 1 cinelangues bis